Pão de queijo mineiro.

Pão de queijo mineiro

.Ingredientes:
250 g de polvilho doce
250 g de polvilho azedo
500g de queijo meia cura
2 copos de leite (400 ml)
1/2 copo de óleo (100 ml)
1 colher (café) rasa de sal
3 ovos inteiros
.
Modo de fazer:
Pré aqueça o forno a 180-200ºC
Peneire os polvilhos numa tigela grande e reserve.
Leve o óleo e o leite ao fogo até ferver. Jogue esse líquido ainda quente sobre os polvilhos, para escaldá-los. Misture bem.
Se preferir usar a batedeira, use o gancho em velocidade baixa, até a mistura ficar homogênea. Deixe descansar por 15 minutos.
Enquanto isso, rale o queijo no lado grosso do ralador. O interessante é que as tiras fiquem grossinhas, não que vire uma farinha. Bata ligeiramente os ovos numa jarra medidora, com o auxílio de um fuet ou garfo.Misture os ovos batidos e o queijo ralado à mistura escaldada de polvilhos. Se usar a batedeira, use a pá para massa pesada, sempre na velocidade baixa.Quando tudo estiver elástico, modele os pães de queijo em formato de bolinhas, no tamanho de uma colher de sobremesa. Unte as mãos para facilitar o trabalho.
Disponha as bolinhas em assadeira untada, deixando espaço entre elas. Leve a assadeira ao forno por cerca de 15 minutos, ou até que estejam dourados.

 

Fonte: http://www.cybercook.com.br/pao-de-queijo-mineiro

Cleusa Ely

O portal muzambinhense de recordações ilustrativas, nos remetendo ao saudosismo e sentimentalismo. Sou apaixonada por fotografias antigas e essa particularidade me fez criar a página Sou mais Muzambinho. Desde fevereiro de 2012, faço do meu hobby, uma realização pessoal. Essa página não seria tão ilustrativa sem a ajuda de meus colaboradores. Chego à ser cansativa nos pedidos às pessoas que possuem um acervo interessante, mas é na insistência que consigo fotos fabulosas e de valor inestimável. As fotos atuais são feitas por mim, para um comparativo de lugares e ângulos iguais às fotos antigas. Tenho orgulho de minha cidade e quero que suas belezas naturais sejam compartilhadas com todos nossos conterrâneos. Obrigada à todos por fazerem da minha realização a sua contemplação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *